CUT PR > ARTIGOS > HEROÍNAS NEGRAS BRASILEIRAS: ENCONTRO REUNIU MAIS DE 100 MULHERES DO ESTADO DO PARANÁ

Heroínas Negras Brasileiras: encontro reuniu mais de 100 mulheres do Estado do Paraná

Escrito por: Anacélie Azevedo e Aparecida Reis

27/07/2017


O Encontro Estadual Heroínas Negras, promovido pela CUT PR, APP Sindicato, Rede de Mulheres e parceria do Núcleo de Direitos Humanos da PUC/PR, aconteceu nos dia 21 e 22 de Julho em Curitiba com a participação de sindicatos e movimentos sociais, como parte da programação Julho das Pretas e do projeto Mulheres, Prosas, Poesias, Luta e Rebeldia (Secretaria da Mulher Trabalhadora e Secretaria de Formação da CUT/PR), que teve como convidada a poeta e cordelista Jarrid Arraes, com o lançamento de seu livro Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis. O encontro rememora a luta das Heroínas Negras Brasileiras, invisibilizadas ao longo da história. Ao mesmo tempo nos reafirma que o sangue que corre em nossas veias é feito da gana, da luta, da garra e dessas memórias!

A oficina de cordel com a escritora Jarrid Arraes foi pura emoção! Possibilitou momentos raros, com a produção de cordéis pelas/os participantes, que trouxeram à cena a vida e a história das mulheres negras, algumas já conhecidas, famosas e aquelas desconhecidas como avós, mães, militantes, que se colocam como referencia de força, história e vida.

A oficina Contos e Crônicas coordenadas pelas professoras Fátima Beraldo, Marilisa Gonçalves e Maerleide Perrude, do Núcleo de Estudos Afrodescendentes da UEL, oportunizou a reflexão sobre o conteúdo destes gêneros literários, que podem contribuir para a construção de identidade racial e empoderamento. No entanto na grande maioria reforçam estereótipos, o racismos, sendo uma violência para crianças e adolescentes em sala de aula e em outros espaços educativos. Desta forma, a seleção do material é imprescindível. Outro desafio é a produção literária que empodere e contribua com a construção de identidades das minorias e em especial de negros e negras.

A oficina inaugural do Projeto Mulheres, Prosas, Poesias, Luta e Rebeldia aliou a necessidade de dar visibilidade as produções literárias das mulheres, com o debate da dupla discriminação que sofrem as mulheres negras.
A CUT PR logo comunicará mais ações do projeto Mulheres, Prosas, Poesias, Luta e Rebeldia, maiores informações sobre o Júlio das Pretas veja o anexo da programação. 

Anacélie Azevedo é secretária da Mulher Trabalhadora da CUT Paraná. 

Aparecida Reis Barbosa é secretária de Formação da CUT Paraná. 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Senadora Gleisi Hoffmann fala sobre a campanha
Senadora Gleisi Hoffmann fala sobre a campanha "Anula Reforma"

http://anulareforma.cut.org.br

RÁDIO CUT
Rede Brasil Atual Somos fortes somos cut

R: João Manoel, 444 - Cep: 80510-250 - São Francisco - Curitiba/PR
Telefone (41) 3232-4649 - Fax (41) 3324-5106 - E-mail: cutpr@cutpr.org.br