CUT PR > ADS - CUT

ADS - CUT

A Agência de Desenvolvimento Solidário (ADS/CUT) é uma organização de fomento à Economia Solidária e ao Desenvolvimento Local constituída e coordenada pela Central Única dos Trabalhadores. A missão da ADS é promover a constituição, fortalecimento e articulação de empreendimentos autogestionários, buscando a geração de trabalho e renda por meio da organização econômica, social e política de trabalhadores inseridos em processos de desenvolvimento sustentável. A ADS desenvolve um conjunto de ações de assessoria, formação, pesquisa e assistência técnica, dentro de políticas de gestão, crédito, comercialização e tecnologia, voltadas aos empreendimentos e visando a viabilização econômica, social e ambiental destes.

A ADS foi criada em 1999 pela CUT juntamente com outras instituições - Unitrabalho, Dieese, FASE e outras organizações da sociedade. Ela atua em parceria com incubadoras cooperativas, universidades, movimentos social e sindical, além de órgãos governamentais (Empraba, FAT, Funai, Incra, Sebrae, por exemplo). Instituições internacionais; como a DGB (Central Sindical Alemã), ICCO (Organização Intereclesiástica para a Cooperação e Desenvolvimento), RLS (Fundação Rosa Luxemburgo - Alemanha); também são parceiros da Agência.

Estrutura
Atualmente a ADS opera em dez estados, mas pretende expandir para todo território nacional. Com um modelo descentralizado, a estrutura é composta por coordenação nacional e estadual. Ela possui uma equipe técnica composta por profissionais permanentes e por consultores autônomos.

 

Escritório Estadual
No início de 2001 foi criado o Escritório do Paraná e Santa Catarina da ADS/CUT. Nesse período foram iniciados os trabalhos de sensibilização e desenvolvimento da economia solidária nos Estados junto a sindicalistas e comunidade de modo geral. A partir do segundo semestre de 2002 a ADS começou a articular a construção do Complexo Cooperativo de Maringá, Sarandi e Paiçandu. Atualmente este projeto está se expandido para as cidades de Paranavaí e Nova Esperança, onde estão sendo desenvolvidos centros de reciclagem. Em Maringá, a Agência busca desenhar um dos seus modelos nacionais no setor de reaproveitamento do lixo não-orgânico.

No segundo semestre de 2003 a ADS Paraná / Santa Catarina foi separada por Estado. Esta decisão foi tomada no sentido de ampliar os serviços desenvolvidos por Região. Hoje a ADS Paraná está criando o Complexo Cooperativo de Londrina e Região, tendo Porecatu e Andirá como centros de triagem regional. Em Londrina já existe uma central de comercialização e valorização. A meta da ADS Paraná é criar 40 cooperativas, quatro centrais de triagem e duas centrais de comercialização e valorização no Estado até dezembro de 2004. Esse projeto é desenvolvido em parceria com a Unitrabalho, prefeituras locais, Sebrae e Secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social.

Junto ao BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), a Agência tem efetivamente participado da construção do Complexo Cooperativo Agroindustrial de Santa Helena. Essa iniciativa visa integrar 100 operários que ocuparam a fábrica de fécula local e 2000 famílias que trabalham no cultivo de mandioca. Outras duas cooperativas de vestuário estão sendo desenvolvidas nas cidades de Siqueira Campos e Cruzeiro do Sul. Elas formarão uma rede estadual no setor. A ADS também está implementando quatro AMASOL's (Agência de Desenvolvimento Sustentável Solidário) no interior do Estado.

Em abril de 2004, a ADS Paraná incentivou a ocupação da fábrica de Botões Diamantina Fossanese por seus funcionários. Eles estavam a vários meses sem receber salários e a gestão da empresa era comprovadamente fraudulenta. Com o auxílio da Agência e outros parceiros, os 150 trabalhadores estão conseguindo gerir a fábrica.Nos últimos anos a ADS atuou em várias frentes de debates, como o Fórum Paranaense e Regional de Economia Solidária, Conselho Municipal de Economia Solidária de São José dos Pinhais e no debate e implementação de lei de Economia Solidária para Curitiba. Recentemente a ADS foi eleita para o Conselho Municipal de Economia Popular Solidária de Curitiba.

Em 2016 o planejamento da ADS estabeleceu como prioridades a Rearticulação Coletivo de Economia Solidária da CUT PR; Formação; Estimular consumo dos produtos da ECOSOL(Economia Solidária); Implantar Centro de ECOSOL(formação, comercialização); Apoiar criação de leis em apoio à ECOSOL; Participar dos espaços de debate da ECOSOL e criar meios de viabilizar crédito solidário

Estrutura - Escritório Estadual
O Escritório Regional da ADS conta com Coordenador Estadual e funciona na sede estadual da CUT PR.

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
Rede Brasil Atual Somos fortes somos cut

R: João Manoel, 444 - Cep: 80510-250 - São Francisco - Curitiba/PR
Telefone (41) 3232-4649 - Fax (41) 3324-5106 - E-mail: cutpr@cutpr.org.br